Primeira laje de garrafa Pet do Brasil completada

Postado por em mar 23, 2012 em CONSTRUÇÃO | 0 Comentários

O primeiro piso da Casa Orgânica tem 150 metros quadrados de teto. Destes 60 são de laje de concreto CP3, sobre armação de garrafas PET usadas, dos mais diversos sabores.

Enquanto a laje seca, estamos preparando o restante do teto, que é uma combinação de placas de tetrapak sobre caibros de madeira, laminados com fibra de vidro e resina epóxi.

A montagem é simples, e as placas, a prova d’água, podem ser cortadas facilmente e montadas como se fossem placas de madeira comuns.

Recebemos visita da prima Bruna e do namorado, Rafael Silva. Rafael é medalhista do Pan e se prepara para defender o Brasil nas próximas Olimpíadas. A Bruna é modelo da Ford.

A sala de jantar é um pouco mais baixa que os outros cômodos, pelo desenho arquitetônico. Descobrimos que ela tem um Rafael Silva de altura, abaixo da viga, ou seja, 2,03 metros.

A montagem das placas continua.

Alguns cômodos vão ter iluminação através do teto vivo, com luminárias feitas de garrafas cheias de água e água sanitária.

A luz vai ser bem mais uniforme e intensa quando as garrafas estiverem instaladas.

As luminárias feitas de garrafas passam pelas placas, sendo alinhadas e niveladas.

Para segurar as garrafas na posição, até serem laminadas com fibra de vidro junto com o teto, apenas arames trançados.

As  luminárias em posição. Com isto será bem mais fácil encontrar as coisas dentro da cozinha e despesnsa, sem ter que acender a luz elétrica.

A intensidade de luz será maior quando as garrafas estiverem cheias de líquido.

 

 

Compartilhe! Share!

Deixe uma Réplica

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *